segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

A saída de George W. Bush

Amanhã, dia 20 de Janeiro de 2009, fecha-se uma das páginas mais negras da história política mundial. Barack Obama tem a “fácil” tarefa de substituir o seu antecessor, George W. Bush, e a árdua responsabilidade de não defraudar as elevadas expectativas depositadas em si. Não é para menos, o actual Presidente dos Estados Unidos deixou uma herança bem pesada, tendo em conta o estado de instabilidade económica, social e política que vive o seu país (e por consequência o mundo), adicionando-se a esta situação, a desastrosa política externa conduzida nos últimos oito anos, nomeadamente a intervenção no Médio Oriente.

Como podem imaginar, não desejo aqui falar de política, não é este o objectivo do blog. Não podia, contudo, deixar passar esta oportunidade para vos falar de W., filme realizado este ano por Oliver Stone. Confesso que ainda não o vi, no entanto, com base nas críticas que li, parece-me que a película não foi muito bem acolhida pelos cinéfilos de todo o mundo… Bem sei que não sou a pessoa certa para fazer qualquer tipo de sugestão ao reconhecido realizador, mas tenho a certeza que se Oliver Stone fizesse uma sequela da fita em causa, abordando as circunstâncias do final do mandado de Bush, esta seria muito melhor acolhida. Apresento abaixo um pequeno esboço daquilo que seria um aspecto importante a incluir no argumento. Não é uma excelente ideia?

6 comentários:

Airton disse...

sapatoo neleee

Sam disse...

Para além do que Bush Jr. fez durante 8 anos, também me consome que W., o filme de Oliver Stone, nunca ter passado por uma sala de cinema de Ponta Delgada...

Abraço.

Maria das Mercês disse...

Não sei se viram o badalado Top Ten apresentado pelo David Letterman... O homem, o Bush Jr, não existe, só mesmo inventado por um país como os EUA. Que miséria! E foi eleito 2 vezes! Aliás, é um país de extremos, de grandezas e misérias, de cultura e ignorância, de preconceitos e avanços.
Rezo pela vida de Obama.
O filme W não sei se vou ver: é que a criatura "encanita-me" os nervos.

CINE31 disse...

Sugestão de titulo para a sequela de "W":

"W - Episode II: Attack of the Shoes"

Fifeco disse...

Pois, eu admito que gostei bastante do filme. Não é perfeito mas as interpretações são absolutamente brilhantes e, por mim, Brolin seria nomeado.

Aconselho a sua visualização. Creio que o filme não foi bem acolhido porque aqui Stone dá uma imagem simpática de Bush mostrando que é apenas um homem simples no lugar errado.

Abraço

Filipe Machado disse...

Airton,
Sapato, bota, chinelos, o que vier à mão :)

Sam,
Infelizmente, depois do Solmar fechar as portas, só nos restam 4 salas... Muitos filmes ficarão de fora nas escolhas do Castello Lopes, dando-se primazia aos êxitos de bilheteira com qualidade duvidosa... Enfim, o preço da insularidade...

MM,
Reza mesmo pela vida do novo Presidente dos Estados Unidos. Oxalá consiga terminar o mandato...

Cine31,
Muito bem visto :)

Fifeco,
Apesar de não gostar da figura de Bush, estou desejoso para ver o filme em causa,´também devido aos elogios feitos à interpretação de Brolin.