terça-feira, 13 de janeiro de 2009

A febre do spoiler

Enquanto escrevia o artigo sobre o melhor twist final (7 de Janeiro), lembrei-me do quanto detesto que me falem acerca de um pormenor importante ou sobre o final de um filme que ainda não vi. Se há um valor que deve ser respeitado e prezado por todos os cinéfilos é o chamado “aviso do spoiler”. Basta entrar em qualquer sítio, blog ou fórum estrangeiro sobre cinema na internet para perceber a importância que se dá o não revelar demasiado sobre as películas. Mas afinal o que se entende por spoiler? Podemos defini-lo como qualquer coisa que estraga algo de realmente valioso e respeitável.

É por isso que fico extremamente revoltado, quando vejo os media deste país revelarem reviravoltas e finais de filmes. Parece não haver talento, sensibilidade e discernimento para comentar uma obra cinematográfica sem cair na armadilha de revelar os seus segredos e, dessa forma, estragar a experiência do espectador, no que de mais intuitivo e instantâneo ela possui.
Na realidade, já não sei o que é mais nocivo: se críticos profissionais de cinema, pessoas que é suposto serem competentes no seu trabalho, a destroçarem a experiência da surpresa aos seus fiéis leitores, se a insipiência e ignorância dos obreiros de programas televisivos de debate. De qualquer maneira, este hábito terrível começa a tornar-se bastante banal em Portugal, pelo que deixo aqui um conselho de amigo: vejam a estreia do filme nas salas de cinema, de preferência a primeira sessão, da quinta-feira à tarde, pois muito provavelmente alguém irá abrir a sua boca grande…

P.S. – Para quem não concorda com nada do que foi dito acima, favor clicar no seguinte link:

12 comentários:

Victor Afonso disse...

É uma terrível, o spoiler. Quando era miúdo, tinha um amigo que, para se armar que tinha visto o filme primeiro que eu, desatava a contar-me tudo! Houve um dia que quase lhe bati...

Dan disse...

Artigo muito interessante este. Penso que nunca fui surpreendido na internet por um artigo com spoiles. Algo que reparo sempre em sites estrangeiros e que costumo também fazer no meu blog, é avisar o ínicio de um spoiler e o fim deste...

No entanto, a definição de spoiler também é por vezes algo subjectiva, porque o que para uns é spoiler, para outros não o é... Por acaso, a mim estes não me incomodam muito, mas concordo contigo, há que ter cuidado e evitar revelar pormenores, que tirem a "chama" a um espectador que está a ver um filme...

Abraço.

looT disse...

Aconteceu-me com o sexto sentido e com o Million Dollar Baby e com o último foi por maldade.

Enfim obviamente que detesto spoilers e como não gosto de saber nada nem costumo ler textos sobre filmes antes de os ter visto. Depois de os ver sim venho ler e partilhar opiniões com outros que como eu gostam de cinema.

Red Dust disse...

Também é o pior que me pode acontecer. Contarem-me pormenores de um qualquer filme sem o ter visto antes. Perco, desde logo, muito do interesse. Nas minhas leituras, se vejo que há spoilers, passo à frente...

E reforçando o nosso amigo looT... que maldade!!!!! :)

Abraço.

Maria das Mercês disse...

Há gente que adora estragar a vida aos outros!!! Quando eu fazia as mini-mini-sinopses para os filmes do Solmar (e que irão voltar sob a forma de ciclos, LSD!), tinha sempre o cuidado de não ir por essa via. Concordo contigo sim!

O Cara da Locadora disse...

Realmente, nada pior do que spoiler... Por isso procuro ignorar ao máximo qualquer notícia sobre qualquer filme que eu não tenha lido, costumo ignorar até sinopses (já me peguei vendo spoilers na capinha do dvd... :S )

Abraços...

Fifeco disse...

Também odeio spoilers... Especialmente naquele tipo de filmes onde o segredo é tudo como, por exemplo, no Citizen Kane. Por engano ia ouvir o significado do rosebud mas no ultimo momento consegui evitar. Agora já sei porque vi o filme mas seria terrível se o soubesse naquele momento.

Abraço

prometheus31 disse...

O Cine31 também é soldário. Não há nada pior que saber o grande segredo do filme através de uma revista ou critica na internet. E faço também um mea culpa, porque algumas das minhas primeiras criticas foram um pouco...reveladoras demais.
E também há aqueles amigos que falam demais depois de sairem do cinema...e estragam a nossa surpresa

cine31.blogspot.com

Ana S. disse...

Realmente contar o final é uma grande chatice mas quando me contam o final de algum filme fico sempre com esperança que alguma coisa mude... só pra manter o interesse no que estou a ver lool
Beijos

Filipe Machado disse...

Obrigado pelos contributos. Penso que a opinião é generalizada no que respeita às consequências "nefastas" de um spoiler...

Renata Correia Botelho disse...

É das coisas mais irritantes que há!!! Só à paulada!

Gustavo H.R. disse...

Gostaria que críticos de jornais e revistas lessem esse artigo, pois eles são os mais propensos a estragar os filmes que comentam com 'spoilers' sem aviso...