terça-feira, 30 de junho de 2009

Carreiras em declíncio: Jamie Foxx

Jamie Foxx ganhou um Óscar de melhor actor principal pela genuína interpretação em Ray (2004), depois do seu aclamado desempenho no filme anterior, Collateral (2004). A partir daí, apenas merece algum destaque a sua entrada no drama de guerra Jarhead (2005) onde contracena com Jake Gyllenhaal. A curva descendente da sua carreira surge em filmes como Stealth (2005); Miami Vice (2006), Dream Girls (2006) ou mesmo o mais recente The Kingdom (2007). Será que a oportunidade de ressurgimento poderá despertar com The Soloist (2009), realizado por Joe Wright (Atonement e Pride & Prejudice) e onde é companheiro do redescoberto Robert Downey Jr?

13 comentários:

Jackie Brown disse...

eu nunca gostei muito dele.
mas penso que ainda será um pouco prematuro da tua parte dizeres que a sua carreira está em declínio.
esta ainda é relativamente curta e alguns dos filmes como mencionaste,como Dreamgirls,foram muito aclamados.

abraço!

Luís disse...

declinio? ainda agora começou:)

Gema disse...

Nunca simpatizei muito com este actor, nem sei bem porquê, mas pelo doc que vi sobre Soloist, acho que ele vai ter um bom desempenho neste filme.
Bjs

Gustavo disse...

Tanto está em declínio que nem me lembrava direito dele!!! :(
Pena, pois tem garra e talento.

Filipe Machado disse...

Não podemos esquecer que a carreira deste actor já remonta a meados da década de 1990, apesar de ter sido reconhecido pelos seus trabalhos do início deste milénio. Seja como for, o meu entendimento é que as suas últimas interpretações e escolhas de filmes não estão de maneira nenhuma ao nível dos trabalhos mencionados. Ou pelo menos, esperava-se mais do actor por esta altura... Abraços!

looT disse...

Não colocaria o Miami Vice na fase má mas Soloist parece ter sido uma escolha muito boa.

Wally disse...

Seria bem triste se ele fosse sucumbir aos passos de Cuba Gooding Jr....

Mas ainda tenho esperanças de que ele pode vir a surpreender novamente. Seus trabalhos em Ray e Colateral são excepcionais.

Ciao!'

Dewonny disse...

Gostei muito de Ray, Miami Vice, Colateral e Dream Girls, portanto, ñ vejo esse declínio todo na carreira desse ator, mas td bem, vamos ver se vai ser bom esse "The Soloist"!
Abs! Diego!

Nasp disse...

Tb concordo com a maioria dos comentarios, qual declinio qual quê... tomara muitos!

Ricardo Lopes Moura disse...

já li que o soloist é um conjunto de clichés decepcionante, por isso talvez não seja desta que ele sobe.

se calhar, ele é mais um exemplo de maldição do oscar.

a favor dele digo apenas que stealth e jarhead foram filmados antes do oscar, quando ele era ainda um actor em quem não se apostava.

contra ele digo que nunca foi nada de especial. não gostei nada dele no any given sunday, nem porque escolheram um anão para fazer de jogador de futebol americano (os outros jogadores eram umas bestas, ele ficava mirrado ao lado deles). mas sim, no ray ele está bem. se calhar só é bom imitador ...

Ricardo Lopes Moura disse...

o wally mencionou o cuba gooding e só pensei: exacto, uma dupla sem talento e com um único papel de jeito na carreira.

Rafael Carvalho disse...

Não conferi justamente o filme oscarizado dele, mas gosto do trbalaho do cara. E não acho que Miame Vice represente uma descida na carreira dele, pelo contrário, acho bem bom. E torço muito pelo sucesso de The Soloist.

Anónimo disse...

Miami Vice não creio, não era um filme de pretensão a Masterpiece, realizado por Michael Mann, revive um pouco os anos 80 onde todo o mundo se influenciou pele série!

O próprio Kinfdom, é um filme que serve muito bem os seus propósitos, não concordo muitocom vc!