quarta-feira, 4 de março de 2009

Último filme visionado: Doubt

DOUBT (2008) de John Patrick Shanley

Adaptação com sucesso da afamada peça de teatro de John Patrick Shanley, Doubt é uma película sedutora e assombrosa devido ao seu carácter subtil e simultaneamente provocatório. Emocionalmente e intelectualmente exaustivo, apresenta-se como um drama puro onde as interpretações fabulosas do elenco têm um papel decisivo no desenvolvimento do enredo, ao estimular o espectador a reflectir sobre as suas mais profundas certezas e incertezas. O confronto interpretativo entre os “monstros” Meryl Streep e Philip Seymour Hoffman merece, só por si, infinitos visionamentos.
(9,5/10)

13 comentários:

Red Dust disse...

O trabalho dos actores é fantástico. O argumento não posso dizer que seja brilhante, mergulhou, antes, numa certa ambiguidade. Para o resultado final não ficou a ganhar com essa opção.

8/10.

Abraço.

Raquel Roque disse...

Considero este um dos melhores filmes que vi recentemente. Quanto às interpretações, não há palavras, todas excelentes! Nota 10.

close-up disse...

gostei tambem muitissimo! as mensagens transmitidas e a subtileza com que isso foi feito foi absolutamente bombastico. o elenco...enfim nem vale a pena falar.

so tive pena de alguns elementos "demasiado" teatrais e pobremente adaptados à sua existencia cinematografica...de resto, o grandissimo filme

Louro disse...

Com Meryl Streep e Philip Seymour Hoffman só podia ser um grande filme, e se juntarmos duas extraordinárias actuações de Amy Adams e Viola Davis, o rsultado é um filme notável, nota 9..

Filipe obrigado por sua ajuda, já adquiri o comic book watchmen e já comecei a leitura que por sinal é muito boa..
Abs!

Renata Correia Botelho disse...

Filme absolutamente sublime! Para ver e rever infinitamente, de facto. Não tenho um ponto fraco a apontar. E, ao contrário do close-up, achei fabulosa a teatralidade que atravessa o filme! 10 pontos, sem dúvida,estou contigo, Raquel. Ou 11, se os houver!

Filipe Machado disse...

De facto, as opiniões têm sido unânimes relativamente à qualidade deste filme. Foi sem "dúvida" uma enorme surpresa para mim. Atrevo-me a dizer que gostei mais desta película do que a The Curious Case Of Benjamin Button.

Caro Louro,
Tenho a certeza que não irás ficar desapontado com a leitura do BD Watchmen. Estou no último capítulo e confesso que tenho descoberto um autêntico mundo novo... Aconselho a sua leitura antes do visionamento do filme!

Airton disse...

falaa grande...
esse filme ta na minha lista ainda naum consegui ver

passa la nu blog

Tiago Ramos disse...

Um bom filme onde o trabalho de todos os actores salta de imediato À vista!

Dan disse...

Adorei este filme. De todos os que já vi este ano de 2009, foi o que mais gostei.

Não podias ter criticado melhor o filme! Os duelos entre Seymour Hoffman e Meryl Streep são arrepiantes e tão verosímeis, que o estado de dúvida é permanente e estende-se muito para além do término do filme. Um trabalho notável de actores, com um aplauso especial para a actuação de Amy Adams, que reflecte o estado de espírito do espectador, ao balançar entre os argumentos dos dois actores principais apresentam...

Brilhante!

Abraço!

Gustavo H.R. disse...

Segundo sua opinião, DOUBT parece ser um perfeito entretenimento adulto e obra de arte de qualidade. Não perderei!

Cumps.

The movie_man disse...

Excelente filme. E é verdade, os conflitos entre Streep e Hoffman são grandiosos.

Quanto a Watchmen, já que foi referido uns comentários acima: acabei de ler a graphic novel esta Quinta-Feira e é algo de outro mundo. Deverá ser realmente lida antes de se ver o filme. O filme, esse, é extremamante fiel à graphic novel. Não desilude. Grande blockbuster.

Ronald disse...

Fico feliz em dizer que, na minha opinião, 2009 tem sido um ano com ótimo nível de lançamentos cinematográficos, Doubt não é uma exceção a essa regra, com atuações primorosas e um enredo inteligente que não entrega as respostas diretamente ao espectador, obrigando-o a pensar e montar um gran-finale de acordo com sua percepção da história.
Para mim, um dos melhores dos últimos anos independente de categoria, pois tem além de tudo uma importante mensagem a ser passada.

Ricardo Lopes Moura disse...

mas gostei do evento que plantou a desconfiança no espírito da madre.